a Bombinhas em Foco ( 23/09/2017 ) a

Bombinhas restringe movimentação de cargas para minimizar impactos ao trânsito

Um decreto assinado pela prefeita Ana Paula da Silva (PDT) restringe, a partir da próxima semana, a entrada de caminhões em horários de maior movimento e proíbe serviços de carga e descarga nas principais avenidas da cidade em qualquer horário do dia. As novas regras passam a valer na terça-feira, e serão fiscalizadas por funcionários da prefeitura e pela Polícia Militar. O descumprimento pode acarretar em multa para o motorista. Ana Paula justifica a decisão como forma de minimizar os congestionamentos em Bombinhas, que são diários durante a temporada de verão. Segundo ela, o decreto já existia mas não vinha sendo fiscalizado. Por isso foi reeditado.

_ Nosso trânsito fica irracional nesta época do ano. A cidade é pequena, com ruas estreitas, e além dos congestionamentos, os caminhões também causam dificuldade ao trânsito de pedestres _ diz a prefeita.

No caso da entrada de caminhões, a restrição se aplica a veículos acima de 1,5 tonelada. A entrada ficará proibida entre 7h e 19h. Já os serviços de carga e descarga serão proibidos durante o dia todo nas avenidas Vereador Manoel José dos Santos e Leopoldo Zarling, no Centro e no Bairro de Bombas. As regras só não se aplicam a veículos de transporte de valores, coleta de lixo, serviços emergenciais de saúde e caminhões emplacados no município de Bombinhas.

Por enquanto, a Polícia Militar estará encarregada de alertar os motoristas e só aplicar multas em casos de reincidência. Embora não tenha estatísticas da quantidade de caminhões que circulam por Bombinhas diariamente, sargento Israel Machado Muniz, responsável pelo policiamento na cidade, acredita que a medida possa ajudar a minimizar os problemas com o trânsito.

Apesar disso, a implementação das novas regras preocupa os comerciantes. Diretor da Associação Empresarial de Bombinhas e lojista, Francisco Maciel diz que concorda com as restrições em horários definidos. Mas está apreensivo quanto à proibição de carga e descarga nas avenidas.

_ Ali há bares, lojas e mercado, que dependem de abastecimento diário. Isso deve causar uma dificuldade geral. Os comerciantes devem se reunir hoje com a prefeita e trazer o assunto à pauta de discussão. Para Maciel, haverá dificuldade de adaptação às medidas em meio à temporada de verão.  



Fonte: DIÁRIO CATARINENSE (Florianópolis – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site