a Bombinhas em Foco ( 23/05/2017 ) a

Bombinhas e Balneário Camboriú enfrentam desafio de atrair turistas da Europa e EUA

Sol e mar são os principais motivos que colocam Balneário Camboriú e Bombinhas, no Litoral Norte, entre os 20 destinos mais procurados pelos estrangeiros que visitaram o Brasil em 2010. Junto com Florianópolis, as cidades fazem de Santa Catarina o terceiro estado preferido pelos turistas internacionais que vêm ao país. Se considerados somente os visitantes que vêm em busca de lazer, o Estado passa para o segundo lugar, atrás apenas do Rio de Janeiro.
Os dados são de um levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), feito a pedido do Ministério do Turismo e da Embratur. Balneário Camboriú e Bombinhas deixaram para trás cidades como Angra dos Reis (RJ) e Fortaleza (CE). Mas embora a região esteja bem colocada, nosso turismo pouco ultrapassa as fronteiras da América do Sul. Para alcançar o sonhado público europeu e norte-americano, faltam estrutura, preparo e o mais importante: saber o que oferecer.
— Temos belezas naturais e potencial. Mas isso não é suficiente, porque outras regiões do país também têm e oferecem mais facilidade ao turista que vem de fora. Seria preciso descobrir o que esse turista espera encontrar no Sul — diz o mestre em Turismo e Hotelaria Athos Henrique Teixeira, professor da Univali.
O interesse em atrair turistas que vêm de longe se explica pelos números: europeus chegam a gastar três vezes o que gasta um sul-americano quando vem ao Brasil, e passam o triplo de tempo no destino que escolhem. Embora Balneário Camboriú e Bombinhas tenham atraído na última temporada alguns visitantes dos Estados Unidos, Alemanha, Portugal e Espanha, nenhum desses países chega a 2% do total de visitantes.
Na última temporada, 62% dos estrangeiros que vieram a Balneário Camboriú saíram da Argentina, país que lidera o ranking entre os que mais enviam turistas ao país. Em Bombinhas, o número de argentinos foi ainda maior, e ultrapassou os 80%. Para a especialista em turismo Josiane da Luz, a predominância argentina tem muito a ver com a facilidade de acesso, especialmente via terrestre. Para ela, conquistar uma nova fatia no mercado do turismo internacional implica em melhorar recursos como hospedagem e alimentação:
— Não adianta fomentar esse turismo simplesmente porque gera mais lucro, se não for possível atender com qualidade — alerta.
Para atrair os turistas que vêm de longe, Balneário Camboriú tem investido em divulgação na Europa e na América do Norte. De acordo com o diretor da Secretaria de Turismo, Ademar Schneider, a intenção é obter resultados a médio e longo prazo.
Em Bombinhas, o investimento é feito individualmente e em parceria com municípios da região e a Santur.
— Temos a oferecer, além de sol e mar, também alta qualidade gastronômica e de hospedagem — diz o secretário da pasta, Cláudio de Souza.




Fonte: DIÁRIO CATARINENSE (Florianópolis – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site