a Bombinhas em Foco ( 22/07/2017 ) a

Pesca ilegal

Três embarcações, que estavam com uma tonelada de peixe, receberam multa de R$ 88 mil e tiveram as redes apreendidasAmanhecia na bela Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, na Grande Florianópolis, quando a Polícia Federal e o Instituto Chico Mendes (ICMBio) apreenderam três embarcações com uma tonelada de peixe. A pesca é ilegal na unidade de conservação marítima, que possui o maior número de espécies em extinção do país.

Ao receber informações que o crime ambiental estaria ocorrendo na região da reserva, o ICMBio pediu o apoio da Polícia Federal, que em 5 de agosto inaugurou a Delegacia de Polícia Marítima, especializada em crimes no mar. Foi a primeira grande operação ambiental do novo posto, com sede no Estreito, na Capital.

Os três barcos flagrados às 5h estavam com 16 pessoas a bordo. Um deles estava sem peixe, os outros foram pegos com uma tonelada de anchova. Os três comandantes foram presos em flagrante e encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal. Cabe fiança. Os proprietários e pescadores das embarcações receberam multa no valor total de R$ 88 mil.

Além do pescado, as redes foram apreendidas pelos fiscais do ICMBio, o que causou alvoroço entre os proprietários dos barcos e trabalhadores.

– Agora vamos viver de quê? Preciso de R$ 50 mil para confeccionar uma nova rede como essa, com mais de 8 mil metros– afirma o dono do barco Gabriel Capoani II, Rogério Silva, que já tinha sido autuado antes.

A Reserva do Arvoredo é de preservação integral. Segundo o analista ambiental Leandro Zago, o maior problema da pesca próxima aos costões da ilha são as redes que ficam presas nas costas, que enroscam e matam peixes da reserva. São 1,4 mil espécies, sendo 22 ameaçadas de extinção.

– Aquela é uma área importante para ajudar a repor o estoque pesqueiro do entorno, inclusive de anchova, pescado que a natureza não está repondo na mesma proporção da captura. Pescar nos limites do Arvoredo prejudica toda a comunidade pesqueira da região – alerta Zago.

A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo é composta pelas ilhas Arvoredo, Deserta, Galé e pelo rochedo Calhau de São Pedro, ao Norte de Florianópolis. A área de 17,8 hectares está a 11 quilômetros do continente. Sua região abrange os municípios de Florianópolis, Governador Celso Ramos, Tijucas, Bombinhas, Porto Belo e Itapema. Com exceção de Florianópolis, todos os outros municípios possuem sua economia baseada na pesca e no turismo. O pescado será distribuído para entidades beneficentes.



Fonte: DIÁRIO CATARINENSE (Florianópolis – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site