a Bombinhas em Foco ( 23/05/2017 ) a

Informatização do Acervo da Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa

A Prefeitura Municipal de Bombinhas, através da Fundação Municipal de Cultura está realizando a informatização do acervo da Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa. Quem já teve oportunidade de observar no site da Prefeitura Municipal, está disponível a Interface de busca do sistema. Essa ferramenta permitirá ao leitor, previamente cadastrado na biblioteca, algumas comodidades, como: consultar previamente o acervo, reservar ou renovar as obras, de qualquer computador com acesso à internet, evitando deslocamentos.

A primeira etapa de um processo de informatização de acervo é a escolha de um sistema adequado com a realidade da biblioteca. O da Biblioteca Municipal já foi adquirido, passou por todos os testes necessários e agora está na fase de cadastramento do acervo.

Segundo a Diretora de Cultura Patricia Vilma Pinheiro da Silva, a etapa de processamento técnico é a mais lenta, tendo em vista que tem-se que cadastrar cada livro individualmente e isso deve deve demorar alguns meses. "O primeiro lote a ser cadastrado será o de literatura infanto-juvenil, seguido das literaturas Brasileira e estrangeira, que são os mais procurados pela comunidade. Assim que estes materiais estiverem disponíveis na base de dados daremos início à chamada para cadastramento de novos leitores e a renovação daqueles que já possuem carteirinha da biblioteca", afirma a diretora.

Quem tiver interesse já pode fazer um teste na Interface que está no site da Prefeitura Municipal para entender como irá funcionar. Na busca, selecione no campo Tipo de consulta, o autor, e digite no campo Expressão: Ana Maria Machado e irá aparecer uma lista dos livros que a biblioteca possui dessa autora especificamente. Em seguida, clique no número de chamada e aparecerão detalhes do livro, como título, edição, se está emprestado ou não, etc.

Atualmente há poucos livros cadastrados, mas logo outros materiais estarão disponíveis para consulta. "Fiquem atentos para a chamada de leitores, temos um acervo muito rico que precisa ser explorado. Lembramos que esse procedimento não vai atrapalhar o processo manual como já acontece. As pessoas podem retirar os livros quando necessitarem desde que já tenham a carteirinha", conclui Patricia.




Fonte: JORNAL O ATLÂNTICO (Itapema - SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site