a Bombinhas em Foco ( 23/09/2017 ) a

Motora sacana atropela e mata vendedor nas Bombinhas

O vendedor autônomo Sílvio Bonna de Araújo, 48 anos, mor­reu ontem de manhãzinha depois de ser atropelado na avenida Ta­pajós, na praia de Zimbros. O motora
(MOTORISTA -
) sacana teria fugido do local.
Populares encontraram Sílvio agonizando na estrada, duran­te a madrugada, e chamaram os bombeiros, que levaram o coitado às pressas para o hospital Santa Inês, em Balneário Camboriú. Mas o vendedor não resistiu e morreu horas depois. Ele teria ra­chado a cachola
(CABEÇA - Extremidade superior do corpo do homem e anterior do de um animal, que contém o cérebro e os órgãos de vários sentidos: a cabeça compõe-se do crânio e da face. Especialmente, o crânio: quebrar a cabeça. Tudo quanto tem alguma relação de situação ou de forma com a cabeça: cabeça de alfinete. Começo: a cabeça de um capítulo. Parte de um órgão mecânico ou de um conjunto que tem ação particular. Fig. Espírito, imaginação: ter uma coisa na cabeça. Razão, sangue-frio: perder a cabeça. Indivíduo: pagar tanto por cabeça. Vida: isso custou-lhe a cabeça. Caráter, inteligência: boa, má cabeça. Vontade: seguir sua própria cabeça. Direção, autoridade: a cabeça de uma empresa. Militar Elemento mais avançado de uma coluna. Perder a cabeça, não se dominar; exaltar-se. Ter a cabeça no lugar, ter juízo, bom senso. Baixar a cabeça, humilhar-se, envergonhar-se. Curvar a cabeça, submeter-se. De cabeça, de memória. Virar a cabeça, perturbar mentalmente; fazer adotar outras opiniões.
).
A polícia caça o autor do atro­pelamento, que ainda por cima simandou
(ESCAPOU - Do verbo escapar. Salvar-se, livrar-se: escapou do incêndio. Ser preservado de; não ser atacado por; evitar: escapou à doença. Fugir, escapulir-se, safar-se: escapar da prisão. Passar despercebido: seus movimentos escaparam ao observador. Soltar-se, cair: o livro escapou-lhe das mãos. Manifestar-se por descuido, ingenuidade, cólera: deixou escapar o segredo. Não ser compreendido; não ser percebido; não poder ser avaliado ou sentido; não estar ao alcance de: os movimentos muito rápidos escapam aos nossos olhos. Coar-se, verter (líquido); fugir (gás).
) sem prestar socorro. Testemunhas viram que foi um carro escuro, mas não souberam informar placa ou modelo. Pros homidalei
(POLICIAIS -
), se Silvio fosse socorri­do logo depois do acidente, teria chances de ainda estar vivo.

Ladrão barbeirão
Um ladrão barbeirão virou de pentelhos pro ar o Logan, placa MEM 2813 (Camboriú), às 19h de sábado. O acidente aconteceu na rodovia SC-411, entre Tijucas e Canelinha. O possante
(CARRO - Entre os antigos, veículo de duas rodas, para combates, corridas etc. Qualquer veículo que trafegue sobre rodas. Veículo enfeitado para festas públicas: carros carnavalescos.
) foi parar numa plantação de arroz.
O carango
(CARRO - Entre os antigos, veículo de duas rodas, para combates, corridas etc. Qualquer veículo que trafegue sobre rodas. Veículo enfeitado para festas públicas: carros carnavalescos.
) foi furtado em Itape­ma. No local não tinha nem sinal do motorista da caranga
(AUTOMÓVEL - Veículo que se move por força de um motor a gasolina, a vapor, a eletricidade, a ar comprimido, a gás etc. (Aplica-se especialmente aos veículos de motor a explosão, destinados ao transporte exclusivo de passageiros). O mesmo que carro.
) tomba­da. O nome do dono do Logan não foi informado.
No porta-malas do quatro-rodas, a polícia encontrou documentos em nome de Luiz Gonzaga Espín­dola, que seria presidente do Parti­do Progressista (PP) de Camboriú. Luiz não foi encontrado ontem pelo DIARINHO.



Fonte: DIÁRIO DO LITORAL (Litoral Catarinense)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site