a Bombinhas em Foco ( 23/09/2017 ) a

Estado cresce acima da média nacional

Com mais de 6,2 milhões de habitantes, Santa Catarina teve um crescimento de 893 mil pessoas nos últimos 10 anos, segundo revelou o Censo 2010. A elevação de 16,68% ficou um pouco acima da média nacional. No Brasil, o número de habitantes chega a 190,7 milhões, com aumento de 20 milhões de pessoas em relação ao Censo 2000, o que representa 12,3% de crescimento.

O Estado ocupa a 11ª posição no ranking nacional no crescimento populacional. O resultado final do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado ontem, aponta também que Itapema, localizada no Litoral Norte do Estado, é o município catarinense que mais cresceu.

São 19,9 mil pessoas a mais na cidade, que tem hoje mais de 45 mil habitantes e aponta crescimento de 77,1% entre 2000 e 2010. A cidade, de colonização açoriana, fica a 60 quilômetros da Capital e tem o turismo a principal atividade econômica.

Com os novos dados, São João Batista, na Grande Florianópolis, cai para a segunda posição, com crescimento de 76,7%, e Itapoá fica em terceiro, no Norte do Estado, com 67,16% de aumento no número de habitantes.

No país, Amapá, Roraima e Acre são os Estados que mais tiveram aumento. O Estado menos populoso é Roraima, com 451 mil pessoas.

O Censo 2010 também mostra que a população está mais urbanizada do que há 10 anos. Em 2000, 81% dos brasileiros viviam em áreas urbanas, agora são 84%. Em Santa Catarina, 78,5% dos catarinenses viviam em áreas urbanas em 2000. Agora, o índice é o mesmo da média nacional: 84%. O restante, 16%, vive em áreas rurais. Entre as cidades catarinenses com 100% das pessoas vivendo em área urbana estão Balneário Camboriú, Bombinhas e Imbituba. O município que apresenta maior população na área rural é Bela Vista do Toldo, no Planalto Norte, com 85,9%.

Mulheres são em maior quantidade

O levantamento realizado pelo IBGE informa ainda que existem mais mulheres do que homens no Estado. Os resultados mostram que há 98 homens para cada 100 mulheres.

De acordo com o Censo, a maior porcentagem de homens fica em São Pedro de Alcântara (63,57%), e das mulheres, em Balneário Camboriú, com 52,46%. Em Florianópolis, as mulheres também superam, com 51,78%.

Os dez maiores municípios do Estado continuam os mesmos. Houve mudanças apenas em duas posições, com Lages (indo de 6º para 8º), e Chapecó (indo de 8º para 6º).

No Brasil, foram recenseados 67,6 milhões de domicílios. Em Santa Catarina, 2,4 milhões de casas receberam a visita dos recenseadores do IBGE.

Em abril de 2011, estão previstas novas divulgações sobre o Censo 2010. Mais dados sobre as características da população brasileira como o grupo de idade e informações sobre domicílio serão apresentados.

Segundo o IBGE, também serão divulgados dados sobre a situação do entorno dos domicílios como acessibilidade, calçamentos e iluminação. O levantamento feito por 191 mil recenseadores no país será apresentado durante todo o ano que vem e segue também ao longo de 2012.



Fonte: DIÁRIO CATARINENSE (Florianópolis – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site