a Bombinhas em Foco ( 18/08/2017 ) a

Preso chefe de quadrilha que preparava golpe milionário no Estado

A Delegacia de Polícia de Bombinhas, através dos Policiais lotados na unidade, realizou durante quatro semanas, investigações, campanas e abordagens, com a finalidade de localizar, identificar e prender estelionatários procurados em várias regiões do país, e que estariam em Bombinhas, instalados em imóvel alugado, o qual era usado para armazenar e distribuir mercadorias ilícitas, desviadas, furtadas e compradas de forma ilícita em vários estados do Brasil.
Na noite de 16 de abril, por volta de 19h, na Avenida Araçá, 1105, no Bairro Sertãozinho, foi preso Rafael Oréquio, 40 anos, natural de Assis Chateaubriand/PR, apontado como sendo o chefe de uma quadrilha especializada em diversos crimes cometidos nos estados do MS, MG, SC, PR e MG.
Durante as investigações, apurou-se que Rafael Oréquio, também usava nomes falsos, tais como José Vicente Brito Tavares e Laércio Carlos do Nascimento, com identidades expedidas pelo Estado de São Paulo com os nomes falsos; possuía uma empresa registrada em seu nome denominada Dias & Tavares Empreitada Ltda, com sede na cidade de Bombinhas, porém o endereço fornecido pela empresa citada, não existe em nosso município, sendo endereço fantasma. Os fatos serão comunicados a Junta Comercial do Estado.
Também durante as investigações, apurou-se que Rafael já havia sido preso pela Polícia Federal do Mato Grosso, pela Polícia Civil do Paraná e de Itajaí-SC, tem em sua ficha criminal além de um longo histórico de crimes de estelionato, crimes de roubo, artigo 157 do CP e furtos, artigo 155 do CP. Contra Rafael constavam expedidos dois Mandados de Prisão, um pela Comarca de Jardim/MS e outro pela 2ª Vara Criminal de Itajaí-SC. Já esteve preso no estado do Paraná, por processo tramitando na Polícia Federal daquele estado, e também em Balneário Camboriú e Itajaí, todos pelos crimes de estelionato.
Rafael era procurado em todos os estados citados, haja vista junto as Delegacias especializadas e a Fóruns, estarem tramitando processos contra ele instaurados, pelos mais diversos crimes.
Rafael e sua gangue preparavam um golpe milionário no Extremo Oeste de Santa Catarina, onde estavam instalando uma sede na cidade de Dionísio Cerqueira, próxima da divisa com a Argentina, tendo inclusive a participação de pessoas daquele país no esquema fraudulento, fatos que serão apurados pela Polícia Federal daquela Comarca.
Após a prisão de Rafael, por volta de 23h30, foi preso também Jefferson Gonçalves da Silva, do Bairro Morretes, Itapema, contra o qual também havia Mandado de Prisão por furto, estelionato e receptação, sendo Jefferson apontado como comparsa de Rafael em atividades ilícitas na região. Jefferson foi preso nesta cidade, na Avenida Leopoldo Zarling, em atitude suspeita, talvez tentando levantar informações acerca da prisão de seu "patrão" Rafael. Contra Jefferson também havia Mandado de Prisão Expedido pela Comarca de Balneário Camboriú. Já esteve preso seis vezes pelos mais diversos crimes.



Fonte: JORNAL O ATLÂNTICO (Itapema - SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site