a Bombinhas em Foco ( 17/11/2018 ) a

Fuga em massa da Delegacia Civil de Itapema

A fuga de 11 presos da Delegacia Civil de Itapema ocorreu na madrugada de ontem, por volta das 4h. A Delegacia se encontrava com uma lotação de 20 presos, sendo que a capacidade das duas celas existentes na Delegacia é de apenas quatro.

Segundo informações de policiais, os presos também ocupavam o corredor que divide as duas celas da Delegacia devido à superlotação.

Segundo informações da Policia Militar de Itapema, os fugitivos devem ter arrebentado os dois cadeados da porta que separava o corredor do restante da delegacia com o auxílio de barras de ferro das próprias portas das celas. Com isso, os fugitivos tiveram acesso ao pátio interno da delegacia e teriam pulado um muro de aproximadamente 3,5 metros de altura.

PRESOS FERIDOS TAMBÉM ESCAPARAM

Um dos fugitivos, Ricardo Alexandre Padilha, já havia escapado no último dia 03 de fevereiro do Hospital Santa Inês, onde estava internado após levar um tiro da polícia, quando tentava roubar o Posto Brava, sendo recapturado em seguida, onde fora levado à Delegacia Civil de Itapema. Mesmo ferido o preso não teve problemas em pular o muro do pátio da delegacia.

Outro preso que fugiu na madrugada de ontem que também estava gravemente ferido é Márcio Vassoler da Cruz que após um assalto caiu do terceiro andar de um prédio, em Itapema.

As policias militar de Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo e Bombinhas, juntamente com uma força tarefa designada Operação Veraneio, continuam fazendo várias buscas na região atrás dos bandidos, e até o fechamento desta edição apenas dois haviam sido recapturados. Um na manhã de ontem, Charles da Silva, que havia feito de vítimas de roubo 04 famílias no início desse mês em Meia Praia e o outro, na tarde de ontem, por volta das 17h, Jaison Rodrigues Souza encontrado na praia de Perequê, em Porto Belo dentro do pátio de uma casa de veraneio.
Segundo um dos policias da Operação Veraneio da Policia Militar, existe na Delegacia de Itapema um preso com suspeita de tuberculose. E a falta de condições mínimas de higiene entre os presos, juntamente com superlotação em um espaço minúsculo e pouco ventilado, leva a um risco muito grande de todos contraírem a doença rapidamente.

CONSTRUÇÃO DE UMA CADEIA PÚBLICA EM ITAPEMA

Para resolver o déficit de vagas no sistema carcerário em Itapema, foi realizada uma audiência pública em novembro de 2007 para a definição da abertura de uma cadeia no condomínio Villa dos Corais Residence, localizado no centro de Itapema, pelo fato de a obra ter sido construída sobre uma via pública. Na época da audiência, que foi realizada após o acordo judicial entre a própria justiça e a empresa Aliança Empreendimentos Imobiliários Ltda, responsável pela obra, esta foi condenada a concluir a construção em 15 dias e teria prazo de 15 meses para entregá-la ao Governo do Estado que garantiria a logística necessária para o funcionamento da mesma, mas até hoje a obra continua paralizada.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Itapema, assim que o prefeito retornar da viagem à Brasília, deverá ser marcada, para a próxima semana, uma reunião com o Ministério Público acerca do local da construção da cadeia que deve ocorrer no Morro do Encano, escolhido pela comunidade em audiência pública.




Fonte: JORNAL O ATLÂNTICO (Itapema - SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site