a Bombinhas em Foco ( 18/11/2018 ) a

Maré baixa...

Maré baixa...

O José Emiliano Rebelo Neto, que era assessor especial e conselheiro político e técnico, do prefeito Maneca do Quiosque (PP), pediu seu boné e disse tchau por causa do chefe de gabinete, o "super-prefeito Zé Roberto", que é presidente do PP. Agora quem largou o leme foi o secretário de saúde, o "estrangeiro" Cincinato Kikuchi (PT).

Ninguém merece!

As línguas de tarrafa garantem que o próximo a saltar do barco da administração Maneca será o secretário de Administração. O que não se entende é o porquê de tanto poder na mão de Zé Roberto? Zé, quando era presidente da Câmara em 2000, teve um processo de cassação engavetado.

Tem mais

Zé Roberto também foi secretário de administração nos casos da CPI da Margarina e na construção de 210 metros lineares de um muro que nunca saiu do papel, mas que teve a assinatura nas notas do Zé e foi estrebuchado o pagamento de R$ 58 mil pra um construtor mui amigo do ex-prefeito Júlio Margarina (PSDB).

Aqui não!

Além disso, Zé Roberto, segundo as línguas destravadas, teria dificultado a transição, não permitindo que fossem feitas auditorias das contas de Margarina, na secretaria de educação e administração, porque ele teria ocupado as pastas. Hummm...




Fonte: DIÁRIO DO LITORAL (Litoral Catarinense)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site