a Bombinhas em Foco ( 16/11/2018 ) a

Prefeito explica atraso de sálarios, mas não evita greve em Bombinhas

Na tarde da última quinta-feira, o Prefeito Julio César Ribeiro se reuniu com os funcionários públicos para explicar o atraso salarial, com intuito de evitar possível paralisação.

Segundo o prefeito Julio César Ribeiro o projeto de lei número 51, um pedido de dotação orçamentária enviado para o legislativo, em agosto, que possibilitaria a atual administração a dotação orçamentária, destinados ao pagamento do funcionalismo público municipal, nesta semana foi pedido vistas do projeto, atrasando o pagamento dos salários, marcado para hoje.

"Já fui vereador, e matérias de salários são inquestionáveis. Tudo é contabilizado, a obrigação dos vereadores é votar. Tivemos que segurar o orçamento, pois sofremos uma queda e neste último ano o orçamento foi mais controlado ainda. O pedido de dotação aconteceu porque a previsão não cobriu os gastos".

"Infelizmente, quem está sofrendo com essa situação, somos nós funcionários públicos. Se eu realizar o pagamento sem a aprovação da câmara eu corro o risco de sofrer pela Lei de Responsabilidade Fiscal, mandei o projeto em tempo hábil o que está acontecendo são questões políticas. Se fizer uma sessão extraordinária semana que vem e o projeto for aprovado é possível que o salário saia na próxima quinta-feira, o projeto vai para votação na segunda-feira e em seguida na terça, e na quinta conseguimos pagar todos vocês".

Na última sexta-feira alguns funcionários se reuniram no estacionamento em frente a prefeitura, o prefeito Julio afirmou que tem a verba para pagar todos os funcionários, mas precisa da aprovação do legislativo pra efetuar o pagamento. "O projeto foi enviado para Câmara em agosto, temos a verba, mas precisamos da aprovação do legislativo para efetuar o pagamento. Fiz o pedido à Câmara para que seja realizada uma sessão extraordinária semana que vem".

Como a situação não foi resolvida, os servidores municipais entraram em greve ainda na sexta-feira passada. E a Câmara ainda não votou a dotação orçamentária.

Segundo a assessoria de imprensa a situação deve ser normalizada ainda esta semana.




Fonte: JORNAL O ATLÂNTICO (Itapema - SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site