a Bombinhas em Foco ( 16/11/2018 ) a

Bombas em Bombinhas

A especulação imobiliária tá detonando a bela cidade praiana de Bombinhas. A tristeza maior é que a chamada "República dos Construtores" tem longos dedos que acabam por influenciar os poderes públicos, tanto no executivo, quanto no legislativo. Isso porque a "contribuição" de campanha acaba ajudando a eleger o prefeito e os vereadores.

Será que muda?

De 1993 até este sagrado ano de 2008 foram eleitos cinco prefeitos e 45 vereadores, e todos, segundo os linguarudos de plantão, teriam recebido uma boa "ajuda em dinheiro" pra se elegerem. Será que será?

Agora, no final?

O plano diretor de Bombinhas, que tava num processo de parto, há nove meses socado dentro do legislativo, sem que as excelências excelentíssimas se dignassem a sequer discuti-lo, começou de uma hora pra outra a ser analisado. Com isso, tem quem fique com aquela baita pulga coçadeira, imaginando que, provavelmente, será analisado e aprovado, antes do recesso.

Pra dar uma mãozinha?

Os linguarudos, que gostam que se enroscam de perambular pelas areias de Bombinhas, ficam meio que desconfiados de que essa celeridade com o plano diretor, numa câmara onde não se elegeram Ana Paula da Silva, Iraci Spader, Alexandre João de Melo, Luís Bavaresco e Rudi Vieira, no apagar das luzes, tenha um intuito de beneficiar a bendita "República dos Construtores".

Coluna do JC



Fonte: DIÁRIO DO LITORAL (Litoral Catarinense)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site