a Bombinhas em Foco ( 16/11/2018 ) a

Queda de bebê de sacada de pousada em Santa Catarina não foi negligência, diz inquérito

A queda de um bebê do segundo andar de uma pousada em Bombinhas em 7 de setembro não foi negligência, de acordo com o inquérito instaurado para apurar o caso.

O menino de um ano e três meses caiu pelo vão da varanda do estabelecimento, de uma altura de quase seis metros. Uma das vigas da varanda havia sido retirada para uma reforma.

No início da semana ele deixou a UTI do Hospital Infantil Joana de Gusmão, onde está internado, na Capital, mas permanece na unidade de tratamento semi-intensivo, em contato com a mãe. De acordo com a direção do hospital, não são emitidos boletins diários sobre o estado de saúde depois que o paciente deixa a UTI.

A investigação sobre o acidente durou 16 dias e foram ouvidas oito pessoas: os pais da criança, a avó e outras cinco testemunhas. O inquérito foi encaminhado do Ministério Público (MP) no final da tarde de terça-feira.

De acordo com a policial Mareci Angonese, responsável pelas investigações, o MP é que deve decidir se alguém será indiciado ou não, apesar do resultado do inquérito.




Fonte:

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site