a Bombinhas em Foco ( 18/11/2018 ) a

Pescadores salvam filhote de baleia

Homens simples que tiram seu sustento do mar ontem tiveram seu dia de herói. Anônimos heróis que se arriscaram para salvar um filhote de baleia franca que ficou preso nas redes de um cerco de peixes. O perigo maior enfrentado pelos homens do mar era a fúria da mãe baleia que, desesperada, arrebentou todo o cerco pra salvar o seu filhote.

A ponta do Estaleiro, de acordo com o sub-tenente da polícia Militar Ambiental, Edson Nilton dos Passos, é passagem das baleias francas que chegam na Santa&Bela. As águas calmas e quentes das praias de Bombinhas atraem as baleias que aproveitam a área pra descansar da longa viagem que fazem.

Só que ontem à tarde, ao invés de descansar, um filhote de baleia franca de aproximadamente quatro metros de comprimento entrou em cerco de pesca da pesqueira Pioneira da Costa. O cerco é uma rede de espera instalada nos costões onde os peixes entram e não conseguem mais sair. O filhote entrou na armadilha e ficou preso. Desesperado, o bichinho começou a se enrolar nas redes.

Os pescadores, assim que souberam do fato, foram pro local. Quando chegaram lá, deparam com a mãe do bichinho enfurecida. Ela se jogava contra o cerco pra tentar arrebentá-lo e liberar o filhote. Quando a mãe parou pra descansar, os pescadores entraram e cortaram as redes que estavam enroladas no filhote. "Se a gente demorasse mais um pouco ele teria morrido", contou o pescador Domingos Antônio da Silva.

Durante a soltura do filhote, a mãe apareceu e os pescadores quase foram atingidos. Domingos contou que na última tentativa da baleia mãe, ela conseguiu entrar no cerco e arrebentá-lo. "Na saída, a rede ficou enrolada no rabo dela. Ela levantava aquele rabo e batia na água com força. Levantava o rabo do fundo do mar igual a hélice de navio", lembrou Domingos.

Depois de muito sofrimento mãe e filhote conseguiram sair. A polícia Militar Ambiental e os bombeiros de Balneário Camboriú acompanharam a saída das duas baleias pras águas oceânicas. "Nenhuma das duas baleias ficou ferida. A mãe saiu ilesa e sem nenhuma rede presa no corpo", contou o sub-tenente da PM Ambiental.

Não foi a primeira vez

Seu Domingos, que é pescador desde sempre, contou que esta não foi a sua primeira experiência em salvar baleias na região. Há 15 anos, ele e um amigo também tiraram um outro filhote de baleia que tava enrolado nos cabos das redes.




Fonte: DIÁRIO DO LITORAL (Litoral Catarinense)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site